Certo ou não tão certo assim?

Se gostou compartilhe!

Por Juliana Cherulli

Iniciamos uma nova série de posts aqui no Segura na Minha Mão. A ideia veio da reforma e decoração da casa de uma de nós e a dor de cabeça que a obra trás; e da construção da casa da outra, que foi desde o zero até a parte de decoração também.

Mas por que o certo ou não tão certo?

Quando se trata de decoração, a gente analisa o que é lei ou norma. Por exemplo: tem alguns prédios que não permitem colocar revestimentos diferentes do padrão na varanda, ou até mesmo certos objetos como aqueles varais móveis. Leva-se em conta também o bom senso quanto às medidas e materiais utilizados em cada espaço, e acima de tudo a harmonia.

Isso significa que desde que o  espaço decorado esteja em conformidade com o restante dos outros ambientes da casa, atenda a sua função e a demanda dos moradores, está ok.

Mas, além disso temos o olhar crítico do que poderia ser melhorado. É aqui que entra  o responsável técnico da arquitetura ou design de interiores. Eu como arquiteta e designer de interiores vou ajudar. E, ao invés de irmos de bar em bar, de mesa em mesa, vamos de casa em casa analisar a decoração de cada uma, apontando o que pode ser melhorado a fim de otimizar a funcionalidade do objeto e trazer mais conforto na utilização pelos moradores.

Vamos começar pelo processo que a Ariane teve, decorando seu apartamento, sozinha sem a ajuda de um profissional, entendendo quais as dificuldades e em quais pontos ela acertou. Você pode conferir como foi o processo aqui.

Juntar referências – CERTO

Não adianta começar uma obra sem saber como terminá-la. A Ari teve como referência a IKEA, uma empresa sueca que confecciona e vende móveis acessíveis e dos mais diversos estilos; e o Pinterest, que funciona como uma mural online de inspirações. A partir dessas bases ela escolheu o que lhe agradava e o que não lhe agradava, de jeito nenhum.

 

Fazer o moodboard de cores e mobiliário – ERRADO

Faltou isso Ari! Com certeza teria te ajudado muito mais nas etapas de ir nas lojas e escolher as cores, materiais e móveis e artigos de decoração.

Moodbard de cores e móveis de uma sala de estar.

É no moodboard que é colocado tudo o que foi decidido. Esse sim é o norte do projeto!  A linha de decoração é definida – pode ser vintage, rústica, contemporânea, minimalista, entre outras mil opções. Lembrando que o moodboard não te obriga a seguir ele por completo, só te dá a ideia geral de espaço para que você consiga mais harmonia ao combinar os objetos e cores. Um meio legal de fazer o moodboard por conta própria é pelo Canva, ou mais fácil ainda, montando no próprio Power Point com imagens salvas.

 

Marcenaria planejada – CERTO

Aqui não é uma regra, mas com a marcenaria planejada os espaços são sempre melhor pensados, pois atende cada necessidade mínima do cliente. Se você tem uma coleção de relógios, por exemplo. E aí que entra a gavetinha especial pra isso! Se gosta de se maquiar no quarto ou tem o sonho de ter um closet com espaço para experimentar roupas se sentindo a Carrie, de Sex and the City, é a marcenaria que vai proporcionar esse espaço especial pra você. O maridão que ter um local especial pra guardar as bebidas? A marcenaria resolve!

Closet feito com marcenaria planejada.

 

Eletrodomésticos, móveis, artigos de decoração – EXISTE O MEIO CERTO? 

Vamos analisar, agora, um erro de compra de eletrodomésticos. A Ari disse: “pequei na hora da compra do fogão de cinco bocas”. Antes de comprar, tem sim que medir, medir novamente, e mais uma vez pra ver se cabe. Antes ainda disso, tem que fazer a bancada de acordo com as dimensões mínimas, seja pra caber um cooktop ou para que a bancada e armários fiquem no mesmo alinhamento do fogão. Quando se olha o chão, por exemplo. Isso fará com que o fogão não seja a grande estrela (trambolho) da sua cozinha.

Quanto aos eletrodomésticos, no geral, é sempre bom mesmo escolher uma cor principal. É preciso lembrar sempre que muitos deles vão ficar expostos na bancada, como um liquidificador ou um microondas. Mas, além de pensar se vai ficar bonito é preciso pensar na limpeza e manutenção de cada objeto.

Projeto de estudo de cozinha de apartamento padrão, em corte.

Aguardem os próximos capítulos dessa história! Vamos na casa da Ari analisar timtim por timtim a decoração do apartamento IKEA dela!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *