Meseiras – um estilo de vida em ascensão

Se gostou compartilhe!

Por Ariane Ribeiro

Hoje em dia a mesa posta virou um estilo de vida, além de representar socialização, carinho e acolhimento. É em volta de uma mesa que resgatamos momentos e histórias. Ela também acabou virando um negócio. As “meseiras”, denominação para aqueles que cultivam o hábito de montar mesa, vem fazendo sucesso nas redes sociais. E, muitas delas ganhando dinheiro.

Viviane Moreira

Viviane Moreira é precursora do movimento “Meseiras do Brasil”. É uma das grandes incentivadora de momentos à mesa e defende o termo meseiras como um estilo de vida e não como uma profissão. Viviane ministra cursos, workshops e consultorias para eventos, lojistas, e mulheres com muita vontade de aderir à prática. “Além de gerar novos empreendedores as meseiras vem colaborando com o mercado de utilidades domésticas, de 2017 pra cá aumentaram 28% as vendas. Podemos ver isso, palpavelmente, nas prateleiras com a grande variedade disponível de produtos que as marcas estão produzindo para lojas, e-commerce, home center, supermercados, floriculturas, entre outros do ramo de mesa posta”, afirma a meseira.

Como nós também somos adeptas aos detalhes e cultivamos qualidade de vida, vamos mostrar para vocês o trabalho de muitas meseiras: as que praticam por hobby e as profissionais. Para iniciar a série, convidamos a jornalista Maisa Valochi, que tem um talento natural e que está sempre buscando um motivo para servir em uma mesa bem posta. “Existem muitas variáveis na hora de montar uma mesa, mas a principal é que você faça do seu jeito, imprimindo sua personalidade e surpreendendo seus convidados positivamente”, explica a jornalista.

 

Temos certeza que vamos compartilhar lindos momentos e também aprender com nossas leitoras que embarcarão nessa com a gente. Compartilhe seu estilo de vida! Envie-nos ou poste no Instagram marcando o @ do Segura.

 

Já segue o Segura no Instagram?

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *