Relembrando o 7X1

Se gostou compartilhe!

Por Juliana Cherulli

A memória é triste, mas a visita foi feliz.

Visitei o Mineirão, em Belo Horizonte, por escolha turística do “namorido”. Por não ser fã de futebol, muito me interessou a arquitetura. E, não é que foi bom?! O estádio está lindo! A reforma foi feita para a Copa do Mundo de 2014 e ficou pronto em dezembro de 2012. O custo total foi de R$ 670 milhões. O projeto básico da arquitetura foi feito pelo escritório Gustavo Penna Arquiteto & Associados.

Um diferencial do estádio é seu plano de sustentabilidade: faz o uso de energia solar, reutilização de terra de aterro e desaterro, reaproveitamento de entulhos e controle de emissão de poeira.

A visita começa pela perspectiva do torcedor, indo até o camarote Brahma, que tem uma vista panorâmica do estádio.

Depois disso, passa pela arquibancada onde se tem a vista real do estádio. As cadeiras são novas e confortáveis. Não me pergunte por que são claras, já que ficam a céu aberto, mas enfim…

Depois disso o percurso realizado é o mesmo que os jogadores fazem, visitamos a entrada, vestiários, gramado e bancos de reserva, e também as salas de descanso com ofurôs e geladeiras privativas!

Junto com a visita ao estádio também está inclusa a visita ao Museu. Ele está aberto desde 2013 e expõe diversos artefatos do futebol brasileiro. Existe também uma sala que recebe exposições temporárias.

O Mineirão está localizado na Pampulha, assim você pode aproveitar pra dar uma caminhada em volta da Lagoa da Pampulha e visitar os projetos do Niemeyer que estão no entorno. As visitas são feitas em grupo. Os ingressos custam R$20,00  a inteira e R$10,00 a meia entrada.

Para mais informações: http://estadiomineirao.com.br/museu-e-visita/ingressos/

 

JÁ SEGUE O SEGURA PELO INSTAGRAM?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *