Projeto Cultural apoia artistas locais durante a pandemia

Se gostou compartilhe!

Por Ariane Ribeiro

Músicos, bailarinos, atores, e diversos artistas que se apresentavam nas ruas e em casas de espetáculos foram atingidos diretamente por conta da pandemia do novo coronavírus, que fechou espaços e cancelou todas as apresentações presenciais. Para diminuir os impactos e fomentar a cultura local, a Fundação Cultural e a Assistência Social de Serrana, criou o projeto “Os Artistas Locais”. “O objetivo é ajudar na situação desses profissionais, possibilitando que eles tenham visibilidade através da live e que o público possa aproveitar essa arte para entretenimento”, explica Flávia Cedrinho, diretora-presidente da Fundação.

Os shows acontecerão nesta sexta-feira e sábado, 11 e 12 de setembro, a partir das 20 horas. Hoje serão quatro apresentações, começando com as duplas Zé Fernando e Felipe; João Marcos e Matheus e a dupla Murilo e Mateus. Para encerrar o evento trará o cantor solo André Cuba. No domingo será a vez da Banda Leso, Banda Mississipi Devils e do cantor solo Peu Fernandes. A duração total das apresentações diárias será de, mais ou menos, três horas, e acontecerá no canal do Youtube da instituição.

Durante as lives serão arrecadadas doações, através de patrocínios de empresas e do público que estiver assistindo. Poderão ser feitas em dinheiro, de alimentos como cestas básicas e produtos de higiene. “Na verdade aceitaremos qualquer tipo de doação. Elas serão revertidas para a Fundação Cultural e para a Assistência Social da Cidade. Precisamos mostrar os nossos artistas locais e a qualidade destes profissionais que estão parados durante a pandemia. É uma  forma de prestigiá-los e lembrar o quanto essa classe está sendo atingida”, acrescenta Rinaldo Caetano, Coordenador Geral da Fundação. Como serão dois dias de lives, o evento contará com, aproximadamente, 30 profissionais envolvidos, entre músicos e organizadores. O evento será feito com todos os cuidados necessários, seguindo às orientações da OMS (Organização Mudial da Saúde).

Sobre a Fundação

Criada em 1998, a Fundação é destinada à pesquisa, difusão artística e literária. Com o objetivo de se integrar cada vez mais à comunidade, a instituição exerce importante papel como ponto de encontro para a socialização da população serranense, além de promover o conhecimento e o desenvolvimento cultural.

Atualmente, atende cerca de 800 pessoas, de 6 até 70 anos, oferecendo, de forma gratuita, diversas atividades, que envolvem danças, instrumentos musicais, canto, teatro, desenho, pintura artística e trabalhos manuais.

 

Já segue o Segura no Instagram?

Deixe uma resposta