Uso de máscara pode acelerar surgimento de espinhas

Se gostou compartilhe!

Especialistas dão dicas importantes para cuidar da pele e da saúde

Durante a pandemia causada pelo coronavírus, a máscara de proteção se tornou um acessório indispensável na rotina de todos. Em algumas pessoas, a saúde da pele pode ser afetada na região abafada, criando sensibilidade ou até acne. Porém as máscaras são de extrema importância no dia a dia para aqueles que continuam com sua rotina de trabalho ou na hora de sair de casa. Pensando nisso, a doutora Ivanilde Itaborahy, farmacêutica da Dermatus, e a dermatologista Flávia Villela, deram dicas de cuidados na hora de manusear a máscara e cuidar da pele.

“Ter uma rotina de cuidados é importante e necessária para melhorar a qualidade da pele e também para que aqueles que fazem tratamentos indicados por profissionais da saúde e estética, consigam manter os resultados”, explica Dra. Ivanilde. Os cuidados diários como limpeza, tonificação, hidratação, revitalização e fotoproteção contribuem para uma pele mais hidratada, prevenção do envelhecimento precoce e controle de oleosidade. Além de proporcionar melhoria na textura, viço, luminosidade, firmeza e elasticidade.

 

Primeiro eu passo o esfoliante, uma limpeza mais profunda. Depois eu passo uma mascara a base de água thermal para fechar os poros e hidratar. E, em seguida a mascara detox de carvão ativado, remove profundamente as impurezas, ajuda a eliminar o brilho excessivo, oleosidade, acalma a pele, deixando o rosto mais claro com sensação refrescante.

Com as partes do rosto que não são cobertos pela máscara os cuidados devem ser redobrados. “Os olhos e a testa vão incomodar mais que o normal porque estão em evidência e porque são as únicas partes do rosto que não estão tampadas. As minhas pacientes chegam no consultório dizendo que se olham no espelho e só conseguem ver as olheiras e a testa franzindo”, conta a dermatologista especialista em estética, Flavia Villela. Para o tratamento na testa ela indica a aplicação da toxina botulínica e o uso de clareadores. Na área dos olhos é possível fazer preenchimento e usar cremes para estimular a despigmentação.

O uso da máscara de proteção pode parecer algo simples, porém existe uma maneira correta para vesti-la com maior segurança. Os cuidados com a pele da região também devem ser redobrados.

1 – Para vestir a máscara

É importante estar com as mãos limpas e não devemos tocar na parte frontal da máscara. Primeiro ajuste o elástico da máscara atrás das orelhas ou amarre as pontas atrás da nuca. Em seguida, arrume-a na face cobrindo totalmente o nariz, boca e queixo.

2- Para retirar a máscara

Na hora de tirar devemos ter muito cuidado. Toque somente nos elásticos presos nas orelhas. Após, lave bem as mãos e faça uma assepsia na máscara para o próximo uso.

3 – Rosto sempre limpo e hidratado

É importante manter o rosto sempre limpo e hidratado, pois dependendo do material da máscara e o tempo de uso, algumas pessoas podem apresentar alguma sensibilização na região. No caso das peles mistas e oleosas, podem acentuar ainda mais a oleosidade, inclusive estimular o surgimento de acne. Neste caso é recomendado o uso de produtos específicos para sua pele.

4 – Utilizar fotoprotetor

Continuar utilizando um fotoprotetor diário é essencial, mesmo estando dentro de casa.

5 – Uso de maquiagem

Para quem desejar, a maquiagem pode ser utilizada normalmente, mas é importante sempre se atentar ao produto: ele deve ser adequado para cada tipo de pele. Em peles oleosas, os livre de óleo, com toque seco e efeito mate são os ideais.

Já segue o Segura no Instagram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *